sexta-feira, 18 de junho de 2010

Ciúme!



'Ciumenta! Pára de ser tão ciumenta. Desse jeito nenhum homem te agüenta. Ah eu já nem sei o que fazer. Ciumenta!'



Sabe a música do Cézar Menotti e Fabiano? Essa mesma. Quando ela toca minha mãe corre pra apontar pra mim. Sim! Sou muito ciumenta.
Eu quis escrever sobre isso porque escrevi sobre 'vacas' que atrapalha o relacionamento alheio no post anterior e tem um pouco a ver. Na real todos somos ciumentos bem lá no fundo. Se você gosta de alguém, você vai querer o bem dessa pessoa. Vai se sentir na obrigação de protegê-la e responder por ela, certo? É! Mas e quando esse ciúme passa dos limites?

Existem pessoas que se passam e tornam esse sentimento numa obsessão. Tudo é motivo pra briga.
"De quem é aquele numero que te ligou sem identificação? Quem é Camila que está nos seus contatos do celular? Recadinho da Aline é? O que ela quer contigo?"
É assim que começa. Depois vêm as discussões mais graves, algumas agressões e ai se perde todo o respeito.

Eu acho que pra se ter um relacionamento tem que haver sinceridade em tudo! Devem-se conhecer os amigos, freqüentar a mesmas tribos e respeitar as diferenças do outro. Não somos todos iguais, isso é FATO. Bem por isso deve-se saber relevar certas atitudes e comportamentos e dialogar sempre. Abrir o coração, se entregar a relação. Ciúme deve existir sim, até porque quem ama cuida, mas sempre mantendo o respeito.
E convenhamos, um ciuminho saudável sempre apimenta a relação!


Maya

2 comentários:

Sr. Senador disse...

todos têm ciumes... eu acabo não mostrando qdo sinto, deixo guardado, acho que atrapalha. Mas sinto ciumes, mas é de boa.

Mas sensacional mesmo é a foto do post... muito boa!

jessykaelucas disse...

Nossa que legal!Tinha que ter Aline aí véy!
Eu tenho ciúme mesmo e cuido do que é meu!
Tem cada tipo de mulher hoje em dia...confio nele...eu não confio é nas outras!
xD
bjus

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
↑Top